quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Apaixonada por um Paquistanes -EPILOGO!!!

Eh ameegues, alegria de pobre dura pouco msm..Hmmmm..quer dizer, nem tanto assim neh dona Mariyah enrolona??...Mas, sinto em dizer que hoje eh o ultimo capitulo de nossa novelinha favorita...=`(

Sim, eu sei que vcs vao dizer "Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh...(vozes em coro "celestial" expressando deep sadness and sorrow - e um indescritivel sentimento de vazio e abandono lololol ='(

...Eu tambem adorei (Jo Soares mode on =P ), mas nossa amiga Mariyah esta toda atarefada, estudando like crazy pra ver se tbm finalmente ela consegue dar um rumo (hopefully) pra toda essa estoria.. e de mais a mais, agora ela tbm esta a espera dos proximos acontecimentos desse "love reality show", mas OH...fiquem sussa que a qualquer update, ela volta aqui pra contar tudo pra gente, nos minimossss detalhes...sim pq ela eh PROLIXA...Just like me lol...Sorte nossa neh, pq a danada escreve bem pra caramba...=***

Amiga, TE AMO tah...Some naum (senaum...apanha..mimimi)!!! Saiba que estamos torcendo mtoooo por vc, especialmente EU, que to te esperando aqui O MAIS RAPIDO POSSIVEL e NAUM ME IRRITA!!! Vem logo KCT!!!

E um recadinho pro "Hathi Gordo Marido" da Mariya

Ameego, prestencao!!! Faz um ENORRRME favor pra MIM plz?!

Pelo amor de DEUS FI, CASA LOGO COM ESSA MULHER!!! Primeiro pq vc NUNCA MAIS vai encontrar outra dessa na sua vida, nem aqui e nem em outra galaxia, imagine na Pakiland lol...Segundo que tu jah tah ficando "veio" e encalhado hihihih e terceiro e mais importante de tudo...Se tu naum casar com ela, quem vai ficar louca SOU EU..AFF!!! Pq soh por Deus viu!!! Guento mais essa ladainha naum...Passo!!!

Dah uma chave de coxa na veia sua mae, uma banana pra chata (AFF3) da sua irma e pro phopho do seu cunhado lol e um "meu koo" pro resto da familianca, pq EU quero comer bem mto biryani no casamento de vcs...hahahah...e tbm pq, boracombina...ver a Mariyah com varias toneladas de bijuzanca, dupattanca vermelha que pesa 384748567 toneladas de tanto bordado, quilos de massa corrida na cara e cilios posticos just like a paki bride, olhar cabisbaixo (uiiii) e um sorrisinho de canto (mas explodindo de felicidade por dentro =D)...NAUM TEM PRECO!!!

Ah sim, e facam logo minha nora (sim, meu filho jah esta prometido pra filha deles hihih), pq meu filho naum vai ter a vida inteira pra esperar a boa vontade de vcs naum colega...Mesmo pq, a fila de paki-brazileiras (afff - MEDO) vai estar grande na cola dele =P

Agora fiquem com o gran finale dessa emocionante novela da vida real, because the show must go on ;)

Apaixonada por um Paquistanes - By Mariyah

Bom, a estória continua... e ainda não teve uma conclusão definitiva, mas sem mais delongas, vou em itens, resumir os fatos seguintes ao encontro até o presente momento, finalizando a narração:

 Os momentos que passei em Lahore foram alguns dos melhores da minha vida. Inicialmente havia planejado quatro dias que se tornaram nove, e que por mim poderiam ser ampliados indefinidamente;
 Pouco conheci da cidade, passei todos os dias praticamente 'internada' no quarto do hotel (sem malícia, hein!), salvo quando a querida Cintia me resgatava para fazermos compras;
 Passei muito mal durante cerca de três dias, ainda que tenha tido todos os cuidados possíveis com a minha alimentação (me perdoem os adoradores da culinária paqui-indiana, mas eu ODEIO comida esquisita e apimentada);
 Abracei, beijei, apertei, abracei e beijei de novo e de novo meu Hathi querido;
 Falei todas as coisas que penso e sinto, ouvi dele também, discutimos diferenças, celebramos afinidades, chegamos a alguns acordo, adiamos algumas interrogações;
 Encontrei amigos queridos, com direito a polêmicas (certo dia me vi fechada no quarto de hotel com três homens!) - Lahore em choque! (rsrs)
 Comprei todas as 'bangles' de vidro do mundo;
 Ri muito das coisas absurdas que presenciei e vivi;
 Chorei muito... na hora de ir embora, quase que não volto... fiquei mega arrasada de não poder abraçar, apertar, beijar no aeroporto e me despedir aos prantos dando 'tchauzinho' à distância.

Faz quase um ano e meio que retornei, e a sensação é a de que já faz mais de meio século. A saudades é angustiante, a incerteza ainda é um fato. Mas, o vínculo permanece, planos são feitos e refeitos todos os dias. Nós ainda não desistimos. São lutas diárias com pessoas, com sentimentos, com situações. São nós que vão sendo desatados, conflitos que vão sendo superados. Mas, só nos tornamos mais unidos e as diferenças só se tornam cada vez mais irrelevantes. Se vamos ficar juntos fisicamente eu não sei. Mas, espiritualmente ninguém separa mais a gente. É pra sempre. Eu sempre vou amar aquela pessoa do outro lado do mundo, e sempre vou ser amada por ele. Não importa cultura, não importa religião, não importam convenções, nem crenças. Relações entre homens e mulheres, sexo antes ou depois do casamento, dominação masculina, independência feminina, Cristianismo, Islamismo, família, biquínis, decotes, duppatas, educação de filhos, submissão aos pais, divisão de despesas domésticas, ocidente e oriente... toda essa discussão se perde, diante do fato de que a gente se quer bem. Eu quero que ele seja feliz. Ele quer que eu seja feliz. E nós queremos ser felizes juntos, se Deus permitir.
Talvez a gente se veja esse ano, é o plano do momento. rs Faltam alguns ajustes, mas vamos tentar. Talvez a gente fique junto junto esse ano, talvez não. Talvez a gente desista, ou talvez a gente persista mais um pouco. Enquanto isso pessoas amigas vem e vão, e nas trocas de cartas, presentes, pedaços de nós mesmos, a gente vai alimentando a esperança.

Ele é lindo, por dentro, por fora, dos lados e de cabeça pra baixo. (rs) Eu acho, né. Alto, forte, fofo, deliciosamente verde, com o maior nariz do mundo, as olheiras que eu amo e que tornam seu olhar ainda mais profundo e dócil – olhos que abraçam, os dedos longos, os dentes fortes e alinhados, os cabelos pretos e bem lisos onde nele já alguns fios brancos se misturam (vou ensinar ele a pintar! aff (rsrs)) e o sorriso tímido que me faz ter vontade de pular em cima dele e arrancar os lábios com mordidas (o meu amor é canibal! hahahaha). Amo cada parte do seu corpo. Cada pêlo, fio de cabelo. Cada marca, cada ruga. Os braços grandes que parecem travesseiros, as coxas grossas que me fazem estática quando frente à frente com elas. E amo cada uma das três dobrinhas de sua barriga quando senta.

Amo o jeito calmo e gentil, a voz baixa, o sotaque engraçado. Amo a generosidade, a inteligência, a perspicácia. O humor sardônico e sutil. Amo a forma como ele se fecha quando está triste ou irritado e como se abre só pra mim quando eu pergunto “por que você está esquisito?” e então percebo feliz o quão profundamente nos compreendemos, já que dificilmente um estranho ou um amigo qualquer reconheceria os sinais do aborrecimento.
Amo a indolência (apesar de ela me irritar às vezes (rs)), a gulodice. Amo a forma como ele cuida da família. Amo sua conduta frente aos amigos, aos vizinhos. Amo seu respeito pelas coisas sagradas e, enfim, por Deus. Amo seu cuidado, seu carinho. Amo suas hesitações, suas mudanças repentinas de ponto de vista.(rs) Amo suas convicções, mesmo quando diferem das minhas, porque o tornam coerente, e incoerente, dentro daquilo que é coerente em um ser humano. (rs) E, sobretudo, amo a forma como ele me ama...

Bom, eu paro por aqui... e me junto vocês (rs), no aguardo de cenas do próximo capítulo. Eventualmente e descompromissadamente, voltarei a falar sobre ele, sobre nós. Ou mesmo, sobre questões que julgo úteis e importantes de debater. Enquanto isso, estarei escrevendo regularmente no blog “É cada uma... duas... três”, falando de coisas que se passam pela minha cabeça, em conjunto com mais duas amigas queridas.

À bientôt
Mariyah/Maria

9 comentários:

Maria disse...

hahahahahahahaha... Adorei a forma como vc "sumarizou" a questão! Faço questão de traduzir pra o Hathi Gordo Marido seu recado! Mas, ameega, se preocupa não! Se no fim naaaaaaada der certo, eu te contrato pra fazer o 'chai' da família... e dá-lhe zeherrrrrrrr! hahahahahaha Brincadeiras à parte, ameiii contar a estorinha, só que tava ficando muito longa, até mesmo para uma prolixa assumida como eu, mas vê só que bonitinho: eu consegui finalizar! hahahaha
Para as meninas: rezem por mim! Peçam a Deus que me dê concentração (que é minha maior dificuldade! hehehehehe), que o resto eu me viro! E eu PROMETO que se no fim td der certo e eu conseguir chegar lá na Embaixada, faço promoção de visto para os paqui-loves da galera! (Que o Rio Branco não me escute, senão tô reprovada por antecipação: comportamento temerário! hehehehehe)
bisous bisous e à bientôt!

Mel disse...

Gente,que declaracao linda de amor eh essa??Se vc nao casar com esse bofe Mariah,ce nao casa com mais ninguem Fia,nem ele,ta dito,se vcs nao se casarem o pau dele vai cair,eh certeza,eh muito amor!!!!!Lindos,eu vou ficar na torcida,tbem quero comer biriani no seu casorio hehehehe.

Rejane disse...

É tanto amor sendo expressado nas palavras que... afff... (suspiro funnnnnnnnndo), estou sem o que dizer...

Maryah, você escreve muito bem mesmo. Torço muito pra que Deus faça a vontade Dele em sua vida e na vida do seu amore.


Eve, você é show, muitissississimo engraçada.
Amo o que você escreve!!!

Mishal Zohaib disse...

Thanx gals

Marina disse...

vou ficar torcendo por vcs!!! adorei conhecer sua historia... beijos

Thaís disse...

Como muitas meninas achei voces por um motivo em comum... nossa preferência por esses seres mimados, esquisitos, lindos, de olhos cativantes e sorriso inesquecível...

Mas que luta viu.... diária..... tenho peruca de sanção .....

Aprendi a lidar com as qualidades e os defeitinhos tbm... qualidades que me matem presa a ele.... defeitos que me fazem achar graça de tudo depois de tanto tentar entender e tirar coisas boas no fim... e sim eu consigo..... meu relacionamento com ele esta da forma que tinha que estar... vai amadurecer com o tempo.. desde o inicio eu já sabia que antes de qualquer coisa eramos amigos.... E assim vai ficar até um dos dois resolver se deslocar....

Meninas não sei o que seria de mim sem vcs... muito obrigado... Eve, Maria, Jules, Carol...... foi por conhecer vcs que nunca me perdi nesse mundo.....

Imagina... n gosto nem de pensar se n tivesse vcs aqui pra escrever todas essas coisas que pra mim são muito preciosas.

Maria estarei aqui mandando correntes de coisas boas... e tudo vai dar certo......

Como diz Mishal..... Porque o amor sempre vence no final...... para gente vai ser o começo.... rsrsrs


Origado meninas mais uma vez !!!

Agencia 2Think disse...

Adorei o seu perfil e a foto.

Linda, linda..

Acho que essa é minha primeira vez aqui. Se voce quiser conhecer o meu blog, é:

www.cafedvon.com.br

Musica, cinema, moda... E futilidade.

Bjao.

rosimeire disse...

Acompanhei cada capitulo, e jah imaginava no ultimo a fotinho do casamento. Penhinha que ainda nao rolou, voces merecem ser felizes! Fico na torcida!
Eu tambem fui atraz do meu amor, tambem o conheci pela internet, hoje somos felizes e temos um filhote abencoado, acho que por isso me identifiquei tanto com sua historia.
Vai com feh menina!

Vivi disse...

Meninas, achei muito lindo o texto das duas: da Mishal pela declaração de amor pela amiga e da Maria pelas palavras...
Gostei muito da parte que você diz "Mas, espiritualmente ninguém separa mais a gente". Isso é o mais importante: você ter a sensação/certeza de que se "não rolar" é porque realmente não era para ser, mas o que ficou é algo especial, que você sempre respeitará e recordará com muito carinho! Torço pela sua felicidade!
bjoo

Navegando nos arquivos

Related Posts with Thumbnails