domingo, 10 de maio de 2009

Pakistani "Baby Machine"

No Dia das Maes, nada melhor que uma materia beeeem pertinente...;)

Estava eu folheando o newspaper (Dawn, melhor jornal do Paquistao) desse domingo quando me deparei com a materia abaixo (em ingles tah gente, se naum souber, vale a pena jogar nem que seja em algum tradutor on line pra ter uma ideia)...Li de cabo a rabo e corri pro site pra ver se tinha a mesma na versao on line tbm, pq se naum tivesse, estava disposta a digitar tudo soh pra poder postar aqui...Por sorte tinha e eu poupei meus dedinhos hehehe...:)

Ela retrata EXATAMENTE a realidade nua e crua que eh a pressao psicologica que a mulher paquistanesa sofre para PROCRIAR, uma vez que aqui o amor naum tem peso algum, logo, o UNICO objetivo do casamento eh fazer filhos... E como se naum bastasse a "obrigacao" de TER QUE TER FILHOS (muitos de preferencia), ainda tem que ser homem, pq senaum, a culpa eh delas e da-lhe discriminacao!

Eh fato que toda a mulher casada ou que tenha alcancado uma "certa idade", em qualquer cultura do mundo, sofre uma certa pressao da sociedade pra ter filhos e blah blah blah, soh que aqui, extrapola todos os limites do suportavel! (Isso pq elas naum conhecem o livro "Filhos, 40 razoes para NAO te-los"
hahahaha, acho q eh esse o titulo se naum me engano, vi na Saraiva em SP uma vez e rachei o bico de tanto rir, acho que vou importar uns exemplares pra distribuir estrategicamente pra algumas paki families hihihi...)

Agora pensem comigo, se as proprias paquistanesas sofrem toda essa pressao, o que sera de nos, "firangis" que OUSAMOS amar e a casar com os tao amados e idolatrados filhinhos de uma tipica "pakistani family", se Deus nos livre e guarde eventualmente naum possamos ter filhos (por N motivos) ou ateh mesmo naum te-los por opcao? Medoooo!

Eu que estou aqui soh a 3 meses, jah comecou a "perguntacao" sobre when are u planning to increase your family?" Naum dei uma resposta bem mal educada porque estava em "territorio inimigo" e naum sou louca, mas que deu vontade, ah deu...:@(**^&%%#$%&*&@#$*&

Eu quero muito ter filhos sim, porque amo muito meu marido e quero demais ter um fruto dessa uniao e tambem porque acho que estah na hora, mas ABOMINO a ideia de faze-lo sob pressao, principalmente de familianca...Me erra neh! Coincidentemente, eu sempre tive uma coisa pra ter meninos (quem me conhece sabe, inclusive meu filho jah estah ateh prometido pra filha de uma ameega que tambem ama um paquistanes hahahah). Adoro meninos desde sempre..Quando eu tinha 9 anos eu cuidava do meu irmaozinho cacula, que era lindoooo de viver, super inteligente e eu era super apegada a ele, entaum, de lah pra ca, sempre que penso em ser mae, logo penso num menino...POREM, soh de raiva, to comecando a pensar em dizer pro povo por aqui que quero MENINA..Soh pra contrariar hahaha...Ah meu, naum sou obrigada neh...

Pega ai!!!



Infertility: Not a curse (serah???)

"Marriage and child bearing may be a central part of most eastern and even western societies, but in Pakistan motherhood is almost an obsession (e eh messssmooooo!!!). This ideology has strong cultural roots and society treats procreation as a foremost if not the only reason for marriage. Hence you come across a lot of couples who have become parents by the time first wedding anniversaries arrive. ...

Leia o texto na integra aqui


6 comentários:

Carol by Carol disse...

Que otimo!espero mesmo que vc consiga aumentar sua familia =)
amei o deseinho

Mariachiquinha disse...

Acho que por ser filha única e saber que sou a última Gomes da família (a irmã do meu pai não teve filhos) sempre quis ter tido uns 4 ou 5 filhos, mas por livre e espontânia vontade.

Deve ser horrível ter eu ter filhos para agradar a parentada ou para provar fertilidade e virilidade à sociedade.

Mel disse...

Eu soh tenho meninas,na familia de meu marido tbem eh soh ele de macho,as vezes ele reclama de nao ter um filhao pra ensinar as coisas da maneira dele,pra ir junto na mesquita,mas ainda bem que moramos num pais de gente "normal"kkkkkk.
Vou escrever um post sobre minha cunhada exatamente sobre isso.

Verônica disse...

Adooorei o post! :)
E esse negocio de filho homem é verdade msm, mas é mais poder fazer o nome da familia continuar vivo já q a mulher perde o nome de família dela qndo casa.
Como eu bao quero ter um so nao tenho algumas chances pra tentar! Rs

Ah, e adorei o marcador "ignorância" no post huahuahua

Gori disse...

Bom, eu penso que a questão da maternidade vista aos 'olhos paquistaneses' tem um lado bom e tem um lado ruim...Assim como cá entre nós ocidentais.
Mas acho um absurdo esse negócio de culpar a mulher por infertilidade, sendo que o homem é estéril.

Bee, te mandei no msn o código para o selo do blog ;)

Muah!

sheila alvarenga gogoi disse...

O meu marido só quer menina.... é um caso a parte ;)

Navegando nos arquivos

Related Posts with Thumbnails