terça-feira, 11 de agosto de 2009

Apaixonada por um Paquistanes - Parte 16

Nessa mesma época, em que conheci as meninas que “amavam paquistaneses”, tivemos, eu e o hathi, nossa primeira “crise”, uma de muitas que se sucederiam. Isso porque, analisando a situação, ele concluiu, sozinho, que não tínhamos chance alguma juntos.


A discussão à respeito da possibilidade de ficarmos juntos sempre foi uma constante, mas no começo ele tinha uma enorme expectativa de sair do país. Estava com planos de ir para Dubai, onde um amigo tentava ajudá-lo a conseguir entrevistas, e, nesse contexto, planejávamos um encontro no segundo semestre de 2007.


Os embates começaram quando, certa vez, falando sobre o encontro, eu comentei que não via a hora de abraçá-lo, ao que ele replicou: Mas, isso não vai acontecer! Eu não posso tocá-la.

Como assim?

Achei que era brincadeira. Ele adorava me irritar. rs Mas, não era... :

Maria diz:

so, no need to meet them

Maria diz:

then*

Hathi diz:

u want to meet to touch only??

Maria diz:

mainly

Hathi diz:

mmm

Maria diz:

so?

Hathi diz:

rs

Hathi diz:

so so so so

Hathi diz:

i want to see ur expressions

(…)

Hathi diz:

ahhh

Hathi diz:

dont get mad

Maria diz:

ok

Maria diz:

just tell me honestly then

Maria diz:

say "we will never be together" full stop

Hathi diz:

what????????

Hathi diz:

why i say that??????????????

Hathi diz:

r u ok???????

Maria diz:

i want u to say

Maria diz:

come on

Maria diz:

say it

Hathi diz:

shutup

Hathi diz:

Maria

Hathi diz:

we talk later

Maria diz:

always later

Hathi diz:

u r again losing control

Maria diz:

u never lose control, huh

Hathi diz:

no comments

Maria diz:

i just want you to be my bf

Maria diz:

a real one

Maria diz:

to go out with

Maria diz:

to talk

Maria diz:

to fight

Maria diz:

to share things

Maria diz:

not spend time in front of a machine

Maria diz:

hoping to meet somebody

Maria diz:

that i´ll actually

Maria diz:

never even touch

Maria diz:

unless i fill a sequence of crazy conditions

(...)

Maria diz:

ok

Maria diz:

so here we go

(…)

Hathi diz:

its over?

Maria diz:

what is over?

Maria diz:

me or us?

Hathi diz:

whatever

Hathi diz:

i m listening to u

Maria diz:

Listening to me?

Maria diz:

what´s the point?

Hathi diz:

what u want now?

Maria diz:

things u can´t give me

Hathi diz:

so

(…)

Hathi diz:

i cant bear this anymore

Hathi diz:

listen

Hathi diz:

i always wanted to be something special for u

Hathi diz:

maybe husband or a friend

Hathi diz:

but things become difficult b4 time

Hathi diz:

and its really bothering

Hathi diz:

u

Hathi diz:

i never wanted to make u disturb with all this

Hathi diz:

u know that

Hathi diz:

whatever

(…)

Maria diz:

u don´t understand

Maria diz:

a husband or a friend

Maria diz:

i want just a boyfriend

Hathi diz:

mmmmm

Hathi diz:

ok

Hathi diz:

sorry

Hathi diz:

i can't be

Hathi diz:

better to b just a net friend

Hathi diz:

which after todays chat looking difficult cz i know u'll not accept that

Maria diz:

hathi

Maria diz:

i do not know what to say

Hathi diz:

well

Hathi diz:

u'va all the time to think

Hathi diz:

u r free in decision

Hathi diz:

i will not mind any

(...)

Maria diz:

just tell me then

Maria diz:

that

Hathi diz:

tell u what?

Maria diz:

that u can´t see us together

Maria diz:

that it is impossible

Hathi diz:

i want to be with u for all my life

Hathi diz:

not as a bf

Hathi diz:

but as a husband

Hathi diz:

and abt possiblity

Hathi diz:

i m not sure

Hathi diz:

u know

Hathi diz:

it can be possible

Hathi diz:

same time it cant be

Hathi diz:

though

Hathi diz:

i told u

Hathi diz:

not very bright chances

Hathi diz:

but we can try

Maria diz:

ok

Maria diz:

read again

Maria diz:

read what u said

Hathi diz:

so

Maria diz:

i don´t know how it works for u

Maria diz:

u do not know me, for real

Maria diz:

how can u think abt marriage

Maria diz:

this is insane

(...)

Hathi diz:

how can i keep u as my gf

Hathi diz:

i told u abt my limitations, my religion, my culture

Hathi diz:

nothing permits me to have such relation

Hathi diz:

u know abt my passion towards my religion

Hathi diz:

how can i go against it

Hathi diz:

if i could keep a gf

Hathi diz:

what i m waiting for 28 yrs

(...)

Maria diz:

u know

Maria diz:

i shud give up

Maria diz:

it wud be reasonable

Hathi diz:

as u wish

Maria diz:

stop saying that

Maria diz:

as u wish, as you want, whatever u ecide

Maria diz:

decide

Hathi diz:

so?????

Hathi diz:

what about us?

Maria diz:

I don´t know

Maria diz:

do u?

Hathi diz:

ahhhhhhhh

Hathi diz:

i dont know

Maria diz:

great

Maria diz:

what meanwhile?

Hathi diz:

i dont know

Maria diz:

if we both don´t know

Maria diz:

how r we gonna get anything

Hathi diz:

our goals are different... how can we get anything same for eachother

Maria diz:

what u want?

Hathi diz:

Maria

Hathi diz:

what i know rightnow is only i love u

Hathi diz:

so.......

Maria diz:

so?

Maria diz:

just do not tell me that i won´t touch when we meet, because i will

Hathi diz:

rs

Maria diz:

what now?

Hathi diz:

we are back again to the point where we were one and half hour ago

Maria diz:

ok, what u want me to do?

Hathi diz:

i want u to keep calm and wait for the time

Maria diz:

rs

Maria diz:

when will be the time?

Hathi diz:

do u think i've got the answer

Maria diz:

u shud

(…)

Maria diz:

i´m stubborn

Hathi diz:

rs

Hathi diz:

i thought u always know i m joking

Maria diz:

ok

Maria diz:

mmm

Maria diz:

will let me hug if we meet?

Hathi diz:

noooooooooo

Maria diz:

i´ll remember this

Hathi diz:

and

Maria diz:

there´ll be a day

Maria diz:

u´ll beg for this

Maria diz:

and that will be my answer

Maria diz:

so, u better rethink

(…)

Hathi diz:

ok

Hathi diz:

i'll not let u touch

Hathi diz:

but u'll have to kiss me

Hathi diz:

for hours

Hathi diz:

in the first meeting

(…)

Hathi diz:

great

Maria diz:

and then u´ll never want to leave me again

Hathi diz:

yeah

Hathi diz:

and neither u

Hathi diz:

and??

Hathi diz:

u'll remain in my arms

Hathi diz:

for days and nights

Hathi diz:

i'll not let u go far from me

Hathi diz:

i'll always like u to be close to me

Hathi diz:

holding each other

Hathi diz:

like

Hathi diz:

made for each other

(…)

Hathi diz:

and me kissing u

Hathi diz:

we both will get late from work daily

Hathi diz:

not allowing each other to separate

(…)

Hathi diz:

when eyes will open, just kiss each other

Hathi diz:

smiling

Hathi diz:

with love in eyes

Hathi diz:

respect in heart

Hathi diz:

and lustful intentions

Hathi diz:

like a dream

Hathi diz:

its 3.00 already

Hathi diz:

too many things to say

Hathi diz:

but i'll endup by saying

Hathi diz:

that it was a nice fantasy........... for u to touch me

my answer is still NOOOOOOO

Maria diz:

Go to hell...

(...)

Depois desse diálogo, muitos outros se seguiram, onde eu, então, comecei a me dar conta do tamanho do abismo que existia entre as nossas maneiras de pensar. Obviamente eu sabia das nossas diferenças, foram anos de trocas... mas, eu só tive noção de quão “diferentes” realmente eram essas diferenças quando eu comecei a vivenciá-las.


Muitas vezes o sarcasmo aliviava a raiva, a frustração... e foi nesse espírito de confusão, quando algum tempo depois de nos descobrirmos apaixonados e após alguma esperança de nos vermos, que ele teve que abdicar da idéia sobre Dubai por conta de algumas situações na casa dele... Nossa primeira despedida... rs


Foi também nessa época meu primeiro encontro com as gurias da comunidade...


Continua...

6 comentários:

disse...

eu podia JU-RAR que essa conversa que eu acabei de ler podia ser entre eu e meu namorado!!

Eu só brigo por motivo bobo., e no início a gente ficava conversando sobre "a gente nao tem mais futuro" igualzinho a ela! rs

Adorei :)

Jarid Arraes disse...

Isso nunca aconteceu comigo e o Raja...

Essa tua novela me deixa insana de ansiedade.. mimimi

Rejane disse...

Hum... o capítulo desta vez é mais triste. :(
Que sofrimento desse casal, que nem era casal ainda...

Amanda disse...

Passada!! Esse é o tipo de conversa que eu tenho com meu namorado quase todo dia..
e olha que somos namorados meeesmo, a mais de dois anos, morando na mesma cidade, e meio que vivendo como casal (tirando a parte que a familia dele nao sabe de mim, mas dexapralá...)

Eu fico imaginando.. será que eles esperam que a mulher abra a boca e fale "Nao aguento mais! Vá embora! Acabou tudo!"??

Outra coisa interessante é que a maioria dos pakis em idade de casar que eu conheço tem uma história bem parecida.."ah, eu quase casei uma vez, mas nao deu certo..." hmpf.. com esse tipo de atitude, nao me surpreende...

Malu disse...

Nossa, também posso jurar que tive o mesmissimo tipo de conversa esses dias...soo sad moments... incrivel...
Comecei a ler aqui hj, justamente por esse post, me interessei, e comecei a ler tudo do primeiro até aqui...ótimo blog...parabéns!!
e parabéns pelo nenenzinho crescendo ai...:)

Eli Pitty disse...

..nossa me acabei de chorar..(ainda estou) q lindoo..parece q estes pakis são todos iguais nas palavras e argumentos doces e romanticos.
Coitada da Maria..coitada de mim!! rs

Navegando nos arquivos

Related Posts with Thumbnails